terça-feira, 3 de março de 2009

Unidos pelo sabor!


Diz não ao preconceito!

(agradecemos a colaboração da Sumol)

11 comentários:

Anónimo disse...

Ola.Descobri recentemente o blog e gostei bastante.Estao a fazer um optimo trabalho e acho que a iniciativa foi muito boa da vossa parte.
Um dos problemas que cai agora sobre os jovens e a discriminaçao por causa do estilo que apresentam e a "tribo" em que estao inseridos.Qual e o jovem que nao se deparou ja com uma situaçao destas, mesmo que nao tenha acontecido com ele/ela?
So hoje ja me deparei com duas situaçoes dessas no caminho para casa, e reparo que ultimamente se tem vindo a agravar. Nao ha razao para gozar com o estilo dos outros, pois o estilo define uma pessoa e nao ha que ter vergonha do nosso estilo, pois mostra a nossa personalidade e identifica nos.
mais uma coisa que eu reparo e que as pessoas teem a tendencia para julgar uma pessoa so pela aparencia e inserila logo num grupo, isso esta completamente errado, pois apesar de o estilo identificar uma pessoa nao e o unico factor a ter em conta. e nao devemos inserir uma pessoa num grupo sem a conhecermos, alias eu penso ate que classificar as pessoas por grupos nao e muito correcto, pois cada individuo e isso mesmo, individual, apesar de se relacionar com outras pessoas nao deve relacionar se so com as do grupo em que o inserem automaticamente, mas com pessoas diferentes.
bom acho que isto ja ficou grande demais por isso vou acabar por aqui. espero que continuem com o bom trabalho e aguardo novos posts interessantes.

Tribos Urbanas disse...

Antes de mais muito obrigada Anónimo :)
É verdade, nos dias de hoje os jovens preocupam-se imenso com o estilo, em pertencer a uma tribo.

Cada vez se nota mais a discriminação, o gozar com quem é diferente. Aliás eu também assisto a episódios desses ou pela cidade ou mesmo na escola. O estilo é uma coisa de cada um, cada um se indentifica com uma determinada tribo ou entao cria o seu proprio estilo, nao é por isso que tem de ser gozado. Quem nao gosta que se cale simplesmente.

Claro que não se deve por rótulos nas pessoas mas também não podemos negar a existência de tribos urbanas. Não é por se identificar mais com uma tribos que vamos pensar que essa pessoa so se dá com gente dessa tribo.

Obrigada novamente pelo comentário, iremos colocar posts novos :)

Milene

Tatiana disse...

Diz não ao preconceito. Como uma campanha de marketing de uma marca de sumos pode transparecer tanto a realidade!
A forma como encaramos o nosso meio envolvente, a personalidade das pessoas, os nossos amigos, a moda, os nosso ídolos ou até mesmo campanhas de marketing podem influenciar a maneira como nos vestimos.
Infelizmente, é de notar no nosso quotidiano situações de discriminação entre jovens apenas pela forma como se vestem. Isto, não deixa de ser uma das consequências da recente intensificação do processo de globalização. Hoje, as pessoas tendem a valorizar mais o “ter” ao invés do “ ser”, acabando por acontecer situações de discriminação entre pessoas. O que importa afinal? O que a pessoa é intrinsecamente ou o que deixa transparecer com a forma como se veste?
O querer ser diferente é parte da personalidade de uma pessoa que deve ser sempre respeitado e encarado como algo positivo, e nunca negativo. Saber encarar a diferença é uma virtude. Se há riqueza na diferença, porque não aproveitar a fortuna que temos o melhor possível?!

Continuem o trabalho, meninas. O blog está excelente.
Beijinho da vossa amiga do grupo do Multiculturalismo. :)

Tribos Urbanas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tribos Urbanas disse...

Yooo tatiana es a máior! E o teu comentario tambem foi o maior, literalmente! xD

xxx

Milene, obviously XD

Jack disse...

Acho que o preconceito é por si so uma idiotice, e todas as pessoas que sejam preconceituosas sao recebidas com o meu maior desprezo e completa ignorancia. Nao ao preconceito, sim à liberdade de expressao.

Tribos Urbanas disse...

Que belo comentário Luis Andre Pinto machado.

Esta é uma das poucas vezes que tens razao XD

JO disse...

Continuando o que eu disse, muitos dos grupos se juntam entre assim e mais tarde namoram, não pode ser!

JO disse...

Acho que duas pessoas de estilos diferentes deviam namorar!

Anónimo disse...

Grande campanha :D

Anonimaaa disse...

É uma boa campanha!
Não só anuncia a marca como também ajuda a parar a guerra entre alguns estilos...