sexta-feira, 8 de maio de 2009

Punks


O primeiro movimento Punk surgiu em meados da década de 70 quando o mundo se encontrava no auge da guerra-fria e numa Europa de pós-guerra, com constantes transformações sociais. Jovens marginalizados pela sociedade, pobres e desempregados, fartos da vida que tinham, começam a chocar a sociedade pelo modo agressivo de ser, de vestir e de agir. Esses jovens defendiam o anarquismo e a liberdade individual, manifestam a sua rebeldia contra a hipocrisia, os privilégios, a sociedade conformista, as desigualdades sociais.

Este movimento Punk também é caracterizado por um estilo baseado na música, moda e comportamento. A primeira manifestação surgiu nos Estados Unidos com a banda The Ramones, por volta de 1974 e é caracterizada por um revivalismo da cultura rock and roll (músicas curtas, simples e dançantes) e do estilo rocker greaser (casacos de couro estilo motociclista, camisa branca, calças de ganga, ténis e o culto a juventude, diversão e rebeldia). O Punk rock acabou por trazer o princípio da música simplificada, fazendo com que os jovens criem as suas próprias bandas.

Ideologia

Pode dizer-se que o primeiro pensamento Punk foi o faça-você-mesmo, que seria a pratica de fabricar ou reparar as coisas por conta própria em vez de comprar ou pagar por um trabalho profissional e talvez haja um pequeno reflexo disso nas roupas rasgadas ou mal costuradas.

O Punk opõe-se e odeia todo tipo de poder e autoritarismo, tudo que oprime a liberdade de se expressar ou de pensar do ser humano, por isso eles dedicam a sua vida na luta por uma nova sociedade livre de qualquer preconceito, exploração.

Os Punks consideram-se anarquistas e imaginam uma sociedade na qual as relações mútuas seriam regidas não por leis ou por autoridades auto-impostas ou eleitas, mas por mútua concordância de todos os seus interesses e pela soma de usos e costumes sociais - não mobilizados por leis, pela rotina ou por superstições - mas em contínuo desenvolvimento, sofrendo reajustes para que pudessem satisfazer as exigências sempre crescentes de uma vida livre, estimulada pelos progressos da ciência, por novos inventos e pela evolução ininterrupta de ideias cada vez mais elevadas. Não haveria, portanto, autoridades para governar. Nenhum homem governaria outro homem.

Música

A música punk desde as suas origens até os dias de hoje passou por diversas mudanças e subdivisões. Nos diversos estilos de música Punk, o carácter anti-social e/ou socialmente critico é bastante recorrente. Esse tipo de música tem como características, música de pouca duração e letras sarcásticas que podem ser politizadas ou não, em muitos casos uma manifestação de antipatia à cultura vigente.

Visual

O estilo Punk é conhecido pelo uso de alfinetes, lenços à mostra no bolso traseiro das calças, calças rasgadas, pretas e justas, casacos de couro com mensagens inscritas nas costas, brincos, ténis converse, correntes, cortes de cabelo colorido ou espetado e até lápis ou sombra nos olhos. São conhecidos pela aparência desleixada.

27 comentários:

giselle honylla dos santos disse...

Eu acho muito extranho o modo de se vestirem mas apesar disso acho muito legal a vidas sao deles eles fazem o que eles quiserem,cada um tem sua opiniÂo.
Na vida as pessoa tem oportunidades de escolher os caminhos que querem seguir,e os punks tiveram sua escolha.
Essa é minha opiniao...
Giselle Honylla Dos Santos

Guilherme disse...

Sex Pistols veinho!!!!!

Anónimo disse...

Taynã bééh
uma vez punk, punk rock até morre

Maxiie disse...

Hey Man! Sempre achei que os punks nasceram na inglaterra, estou errado ?
AA! usei sua postagem como base para a minha! ;-)

Ilda disse...

Tenho muito respeito pelos Punks, embora saiba pouco sobre esta cultura.

Anónimo disse...

nessa foto não tão punks... tão góticos, mas a rapariga é mais o que se costuma chamar de deathrocker.

Dan disse...

Eu sou punk Sex pistols baby!!!!!!!!
Há, odeio emos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Mas tbm sou metaleiro, Metallica baby!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

BABI disse...

EU ACHO DA HORA O ESTILO PUNK, AS MÚSICAS E TAMBÉM AMO UM CARA QUE É PUNK!!!

Anónimo disse...

bom para começar eu naum gosto de emo porco emo pra min naum passa de uma raça escrota e sem ideolgia e sem cultura nem uma a cultura de um emo e jogar a franja pra frente e chora essas puta q se acha homen nois pank tem q se ajuntar e dar um pau nessas putas sem mais axo é sooo asss; slipknot adrianinho

adrianinho disse...

bom eu acho q o movimento pank é muito importante para a nossa cultura e gosto do estilo e tambem usso naum tanto como voceis mais um dia chego la bom esse movimento devia de combater esses emos e naum deichar eles ter espaços entre nossas cultura melhor esterminar esses emos um por um assinado adrianinho slipknot metal.......666,.....

Anónimo disse...

Bem aqui e um punk.
N temos medo de disser e fazer oque pensamos e somos contra o monopólio corporativo.Muitas pessoas acham q punk e um bando de loco ,BEM ESTÃO MUITO errados,e sobre a roda punk na roda ngm se bate, quem se bate n são os punks.NAO CONFUNDAM PUNK COM OUTROS ESTILOS isso e um tremendo erro muitas pessoas acham q Heavy metal é punk, bem esses q confundem são retardados e geralmente porcos arrogantes .E sobre os emos odiamos devidos a serem bundinhas q ficam chorando em casa e falando de como a vida e difícil e TEM A AUDÁCIA DE SE CHAMAREM DE ROCK,ROCK É E SEMPRE FOI FORÇA E REVOLTA E N FILHOS DE PAPAI DIZENDO Q A VIDA E RUIM.

We Are 138 disse...

@Dan
LOL dizes ser punk, mas também dizes ser metaleiro.
O que tu és é um grande noob, porque caso não saibas, os metaleiros não gostam de punks, como os punks não gostam de emos, minha inteligencia rara.
Mas se quiseres saber porque os metaleiros não gostam de punks, olha aqui uma razão válida; 90% dos metaleiros são da Extrema Direita, e os punks são Anarquistas, daí haver rivalidade entre as duas tribos.

Anónimo disse...

realmente você cagou no meu teclado.
Criatura ignorante , fan de novela das 9 , PUNK NÃO É MOICANO , PUNK NÃO É ANARQUISMO E ANARQUISMO NÃO É VANDALISMO.
Pesquise melhor antez de pegar oque diz na wikipedia. Tira essa viseira de cavalo para olhar o punk.
Não generalize , quem curte punk não é anarquista nem vandalo nem usa moicano . Anarquismo é um sistema para pessoas inteligentes e não criticar o governo entenda , o anarquismo não critica o governo o ANARQUISMO AGE , TOMA PROVIDENCIAS , NÃO AFRONTA.
paz pobre ignorante

Anónimo disse...

oi eu me chamo Manoel gostaria de conhecer um pouco da sua cultura

Anónimo disse...

Punks Porque Odeiam Nós Emos?
Somos O Que Optamos Ser,Vivemos Como Queremos Viver,Descordamos da forma como os punks pensam,agem e encaram a vida .se parecen muito com SkinHeades, E sobre a nossa personalidade Nos nao somos filinhos de papai Apenas Somos o que somos e pra vcs Punks UM POUQUINHO MAIS DE RESPEITO A NOSSA CULTURA E FORMA DE VIVER.respeito palavra que não existe no dicionário punk.

Anónimo disse...

eca punk e viadinho o povin feio fiotin de crux credo ta doido com essas roupinhas horrivel e fica se achando rsrsrsrs ta doido vira gente

Anónimo disse...

Punks,até o fim.Nossas roupas são só um modo de se expressar e ser diferente.
Não somos vandalos,somos os que falam a verdade,não deixo o capitalismo comer meu dinheiro!

Anónimo disse...

Punks!
Pq esse preconceito contra os emos?
Eu adoro a tribo de vcs e adoro a miinha tbm...
Eu soou eu msma d forma q ngm precise flar mal de mim e tbm naum flo mal da tribo de vcs...
A gnt pode ateh seer msmoo bundinha mole pq choramos...
E fazemos coisas retardadas...
Mas eu naum soou nenhuma filinha de papai...
Eu moro szinha pago as minhas contas e ngm tm nada a vr cm o meu estiloo...
Bjoos...
#seem recentimentoos

Anónimo disse...

So funkeiro e voces sao tudp retardado

Anónimo disse...

Não faz sentido o idealismo dessa tribo, uma vez que por mais que uma nação seja parecida em sua forma de pensar, nunca haverá um ponto aceito por 100% da população. Ter uma liderança em uma nação, não significa ser "mandado", mas um país por exemplo precisa de ordem, para se ter ordem precisa-se de um líder que responda por todos. É verdade que ainda não vivemos uma democracia genuína, mas seria pior viver em uma guerra de pensamentos e opiniões diferentes numa sociedade, aí sim seria o caos. Soa um tanto hipócrita pessoas pregando liberdade e melhoria da sociedade quando qualquer que for contra sua forma de pensamento, é desrespeitado!

Precisamos de respeitar e amar o próximo independente de fazer ou não parte da sua tribo!

Lorena

Luuh Manson disse...

eu respeito muito os Punks os caras são fodas! são o tipo de pessoa que não tem papas na lingua vão e fazem o que é certo não ficam de modinha nem hehehe.
todos ( ate onde eu li) disseram algumas bandas punks
Murderdolls e parece que os punks da qui estao unidos com os goticos: morte aos emos kkk
bora lá :p

Aurora Silva disse...

Ser emo eh cultura?kkkkkkkkkkkkkkkk ses sao td uns poser mano

Anónimo disse...

Qual é o seu nome ?? Preciso para colocar em um trabalho cientifico, caso contrario a sua publicação não é válida.

Anónimo disse...

Sou punk. Mas não tenho nada contra emos tanto e que aki em BH quantos os punks sai pra manifestar os em os vão juntos com nos.agente não ta aki pra fica contra os em os mas sim contra os PDP dos skinheads .

Absinto disse...

Pra mi ser punk é mais do q dizer . falar q odeia os emos e td mundo encher a boca pra falar mal do capitalismo e de td mais é coisa de babaca. Só respeite os outros e siga as suas próprias regras. Até pq oq é certo pra vc n é certo para o outro. entao vamos parar pra pensar q tem mt punk por ai q vive no proprio mundo e odeia td q n é punk ( esse é um completo idiota ).

sou Punk sim Vão se Fuder os modinhas bla bla bla

Anónimo disse...

Não faço parte de nenhuma tribo urbana,na saiu contra o capitalismo,acho que não deveria existir desigualdade,mas como os humanos,não todos,são ignorantes,e só pensam em si,infelizmente existe isso,também acho que devemos sim buscar por igualdade,buscar pelo que queremos,mas também acho que com violência não conseguimos nada,acho que deveríamos não só pensar em nos,mas pensar nos outros também,tentar acabar com a desigualdade,com o preconceito,Acho que como humanos não deveríamos ter inimigos,deveríamos nos unir,e buscar coisas melhores,agir em conjunto,todo mundo junto,sem violência,com a força do povo,o governo,mudaria,o preconceito,teria fim,sou totalmente contra aqueles que dizem ser algo,mas não são,pra mim,ou é,ou não é,não tenho nada contra ninguém,preconceito nenhum,acho que antes de julgarmos,sairmos falando o que não sabemos,deveríamos procurar saber mais sobre as culturas e as pessoas

Anónimo disse...

E ainda pergunta o porquê alguns punks não gostam dos "emos"... Um dos motivos com certeza é essa atitude de vcs